Universität Wien FIND

Teaching at the University of Vienna will take place in the form of remote learning until the end of the semester. Exams basically take place digitally as well. Further information about remote learning

From the end of May onwards, individual exams that cannot be held online will be taking place within the framework of limited exam operation on site at exam centres. You consent to the changed mode of assessment when registering for the exam/course. All information about the exams at the exam centres

110157 SE Literature Seminar (MA) - Portuguese (2019W)

O modernismo brasileiro

6.00 ECTS (2.00 SWS), SPL 11 - Romanistik
Continuous assessment of course work

Voraussetzungen lt. Studienplan:
BA: Absolvierung der Grund- und Erweiterungsmodule (Pflichtmodule); Absolvierung des Sprachkurses der Stufe 3 dringend empfohlen
MA: s. Studienplan

Details

max. 25 participants
Language: Portuguese

Lecturers

Classes (iCal) - next class is marked with N

Tuesday 08.10. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 15.10. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 22.10. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 29.10. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 05.11. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 12.11. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 19.11. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 26.11. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 03.12. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 10.12. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 17.12. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 07.01. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 14.01. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 21.01. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35
Tuesday 28.01. 15:15 - 16:45 Seminarraum 12 Romanistik UniCampus Hof 8 3B-O1-35

Information

Aims, contents and method of the course

Falar-se-á do movimento literário provavelmente mais significativo dentro do âmbito da literatura brasileira do século XX. Serão também comentadas as relações existentes entre as várias correntes modernistas autóctones e as chamadas vanguardas históricas a nível mundial, em primeiro lugar as européias (futurismo, dada, ultraísmo etc.). Um autor de destaque nesse respeito seria o suiço-francês Blaise Cendrars.
As discussões e apresentações centrar-se-ão, além das análises das próprias obras e de suas características, no contexto cultural da época e nas maiores ideologias subjacentes ao movimento.
Entre os representantes vão ser enfocados especialmente Mário e Oswald de Andrade (prosa, poesia e – no caso do segundo - teatro), Raul Bopp (poesia épica) e inovadores como os poetas Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade .
A aula compor-se-á de partes introdutórias fornecidas pelo docente, incluindo apresentações de obras e temáticas, como também - e em larga medida - de contribuições dos alunos responsáveis pelas falas e discussões plenárias. Podem-se dar tarefas para elaboração individual de certos textos teóriocos e/ou literários.

Assessment and permitted materials

Presença constante (no máximo duas faltas durante o semestre), participação ativa nas discussões durante a aula (cerca de 20 por cento da nota), apresentação oral de entre 30 e 40 minutos de fala (cerca de 30 por cento) e entrega de um trabalho escrito correspondendo às normas vigentes para investigações acadêmicas (cerca de 50 por cento), a ser entregue até finais de março de 2020.

Minimum requirements and assessment criteria

Os participantes devem ganhar conhecimentos sólidos de uma das correntes mais importantes dentro da cultura brasileira e conhecer as interrelações complexas entre os movimentos nacionais e globais. Na apresentação oral e na versão elaborada impressa devem saber aplicar os instrumentos da análise literária e das teorias mais aptas para aplicá-la (formalismo, intertextualidade, estudos culturais, gender studies, análise do discurso segundo Michel Foucault etc.)

Examination topics

Os participantes vão tratar um assunto e apresentá-lo numa fala (“Referat”) de entre 30 e 40 minutos.
Os assuntos podem e devem ser comentados e discutidos também pelos outros participantes durante a aula. A apresentação oral vai ser elaborada e aprofundada para resultar num texto científico-interpretativo de umas 20 a 25 páginas de texto, segundo os critérios vigentes para trabalhos acadêmicos.

Reading list

As obras dos próprios autores: Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira, Raul Bopp, Patrícia Galvão …

Amaral, Aracy A. (21997): Blaise Cendrars no Brasil e os modernistas. São Paulo: FAPESP / Editora 34.
Andrade, Mário de. O Movimento Modernista. Rio de Janeiro: Casa do Estudante do Brasil, 1942. (online: http://www.vermelho.org.br/noticia/175420-11)
Ávila, Affonso (org.) (1975). O Modernismo. São Paulo: Perspectiva, 1975
Batista, Marta Rosetti (org.): (2002): Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Mário de Andrade. N° 30, 2002. IPHAN: Brasília.
Boaventura, Maria Eugênia (1995): O salão e a selva (uma biografia ilustrada de Oswald de Andrade). São Paulo: Ex-Libris/UniCamp.
Brito, Mário da Silva (1969) Ângulo e Horizonte. de Oswald de Andrade à ficção científica. São Paulo: Livraria Martins.
Brito, Mário da Silva (1978): História do Modernismo Brasileiro. Antecedentes da Semana de Arte Moderna. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.
Brito, Mário da Silva (2003) . In: Andrade, Oswald de (2003): Os condenados. São Paulo: Ed. Globo, 7-33.
Campos, Haroldo de (1973): Morfologia do Macunaíma. São Paulo: Perspectiva.
Campos, Haroldo de (1967): Oswald de Andrade. Rio de Janeiro: Agir.
Cardoso e Silva, Ana Maria Formoso (2003). Marco Zero de Oswald de Andrade : uma proposta de romance mural. Tese de mestrado. Biblioteca Digital da UNICAMP. (cópia HAP) online: http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=vtls000343717&fd=y (cadastro gratuito necessário)
Costa, Tiago Leite (2014): O perfeito cozinheiro das teorias deste mundo: A antropofagia ensaística de Oswald de Andrade. Rio de Janeiro: Ed. Garamond. Tb. online: www.dbd.puc-rio.br/pergamum/tesesabertas/0912717_2013_completo.pdf
Coutinho, Afrânio (dir.) (1970). A Literatura no Brasil. Vol. V. Modernismo. Rio de Janeiro: Ed. Sul-Americana.
Cury, José João (2003): O teatro de Oswald de Andrade. São Paulo: Annablume.
Duarte, Pedro (2014): A palavra modernista. Vanguarda e manifesto. Rio de Janeiro: Editora PUC Rio / Casa da Palavra.
Eleutério, Maria de Lourdes (1989): Oswald : itinerário de um homem sem profissão. Campinas : Ed. da Unicamp.
Fonseca, Maria Augusta (1979): Palhaço da burguesia - Serafim Ponte Grande e o universo circense. São Paulo: Livraria e Editora Polis.
Fonseca, Maria Augusta (2007): Oswald de Andrade - Biografia. São Paulo : Editora Globo.
Fonseca, Maria Augusta (2012): Por que ler Mário de Andrade. São Paulo : Editora Globo.
Gardin, Carlos (1993): O teatro antropofágico de Oswald de Andrade: Da ação teatral ao teatro de ação. São Paulo: Annablume.
Gênese Andrade (2013): . In Remate de Males, Campinas-SP, (33.1-2): pp. 113-133, Jan./Dez. 2013. Reproduzido online em:
http://revistas.iel.unicamp.br/index.php/remate/article/viewFile/4030/3468
Gomes, Roberto (2001): Crítica da razão tupiniquim. Curitiba: Criar Edições.
Guerra, Abilio (2010): O primitivismo em Mário de Andrade, Oswald de Andrade e Raul Bopp. Origem e conformação no universo intelectual brasileiro. São Paulo: Romano Guerra ed.
Helena, Lúcia (1985): Totens e tabus da modernidade brasileira: símbolo e alegoria na obra de Oswald de Andrade. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro / Niterói: Universidade Federal Fluminense.
Jáuregui, Carlos A. (2008): Canibalia : canibalismo, calibanismo, antropofagia cultural y consumo en América Latina. Madrid : Iberoamericana.
Lafetá, João Luiz (2001): 1930 - a crítica e o modernismo. São Paulo : Livraria Duas Cidades.
Mello e Sousa, Gilda de (22003): O tupi e o alaúde : uma interpretação de . São Paulo : Livraria Duas Cidades.
Nunes, Benedito (1979): Oswald Canibal. São Paulo: Perspectiva.

e outros livros no Handapparat (Biblioteca da Romanistik)

Association in the course directory

Bachelor (2011): PW 37 P; BS 38 P; BS 39 P; Bachelor (2017): BAR 11/14/15 P; Master: MAR 01/04/05/06/07/08/09 a/b

Last modified: We 05.02.2020 08:07